Até mesmo quem faz e refaz o make todo santo dia comete deslizes que não favorecem em nada a produção. E como nós queremos que você desfile linda por aí, vamos dar algumas dicas sobre os erros mais comuns na hora de encarar os pinceis.

 

1. Dormir de maquiagem

Não é por acaso que esse erro está aqui no topo da lista. Ele parece até inofensivo, mas pode causar acne, entupir os poros e deixar a pele opaca e envelhecida com o passar do tempo. Daí não tem produto que funcione bem! Gaste alguns minutinhos com esse cuidado e sua beleza vai te agradecer!

 

2. Não retirar a máscara de cílios por completo

Os cílios não só deixam o olhar mais aberto e até sensual como têm uma função básica muito importante, que é defender os olhos de sujeiras ou ciscos. Isso porque eles têm um reflexo muito rápido, barrando esses “agressores”. O problema é que se você não remover bem a máscara após o uso, especialmente aquela à prova d´água, a tendência é que o acúmulo de produtos enfraqueça esses fiozinhos, levando-os à queda. E aí, fala sério, será muito mais difícil reforçar a beleza do olhar. Por isso, deixe a preguiça de lado e invista em um bom demaquilante para a área dos olhos.

 

3. Deixar a maquiagem no banheiro

Se o banheiro for só um lavabo tudo bem, os pincéis e todo o resto do make podem ficar em cima da bancada. Mas se você tem chuveiro ou banheira no local, evite deixar os produtos próximos. A umidade facilita o desenvolvimento de bactérias e pode fazer com que o produto não tenha mais o mesmo efeito, inclusive antes do término da validade. Fique de olho.

 

4. Aplicar um corretivo mais claro do que o rosto

O corretivo deve ter uma cor bem próxima ao seu tom de pele, caso contrário você reforça a olheira ou mancha que está tentando camuflar. O modo que você espalha o produto sobre a pele também é importante: aplique com a pontinha dos dedos ou com um pincel, mas apenas sobre os pontos mais problemáticos e em pouca quantidade.

 

5. Usar um lápis de boca diferente da cor do batom

Muita gente quer conquistar uma boca mais carnuda e sensual e, para isso, o lápis é um excelente aliado. Mas nada de optar por uma cor mais clara ou mais escura na hora de fazer o contorno labial. O certo é usar o lápis da cor mais próxima a do batom e contornar os lábios por inteiro, apoiando a pontinha do produto acima da linha natural. E o lápis ainda tem outra função: reforçar o batom, fazendo-o durar por horas! Para isso, preencha toda a boca com ele antes de aplicar o batom. Uma boa dica é começar pelo centro da boca, o famoso “arco do cupido”, indo em direção às laterais. Assim as chances de errar a mão são bem menores.

 

6. Usar produtos vencidos

Sabemos o quanto pode ser difícil abrir mão daquele batom incrível ou do pó lindão que você comprou na viagem. Mas o fato é que maquiagem também tem prazo de validade e ele precisa ser respeitado. Caso contrário, você corre o risco de pegar uma dermatite ou até mesmo de ter infecções mais graves, especialmente na área dos olhos. Uma boa dica é ficar atenta à aparência dos produtos. Se o pó não tem mais o cheirinho agradável, quebra com facilidade ou a máscara já está seca é hora de dar adeus. Regra geral, as bases duram entre 1 ano a 18 meses, o corretivo de 1 a 2 anos, o pó compacto 2 anos, a máscara e o delineador 3 meses, o blush até 2 anos, a sombra de 6 meses a 2 anos e o batom 1 ano.

 

7. Não fazer uma limpeza periódica nos pinceis

Eles geralmente passam batidos e só são lembrados na hora de fazer a maquiagem. Mas o ideal é lavá-los toda semana, caso você use todo dia; ou a cada 15 dias se o uso não for muito frequente. Basta colocá-los em um recipiente com água e sabão, sabonete líquido ou shampoo e esfregar as cerdas suavemente com os dedos. Quando a sujeira toda sair, enxágue e deixe secando deitados sobre uma toalha.

 

8. Excesso de pó ou iluminador

Você viu um vídeo de contorno facial que praticamente transforma o rosto e tentou copiar, mas nem sempre dá certo. O erro mais comum é carregar demais no pó bronzant ou no iluminador. Por isso, a dica é a seguinte: se maquie num local com bastante luz, pode até ser luz natural caso não tenha uma boa iluminação em casa. Depois aplique os produtos aos poucos, naqueles locais em que o sol naturalmente já deixaria com um bronze legal: ossinho do nariz, laterais da testa, pontinha do queixo e têmporas.

 

9. Não aplicar a sombra corretamente

É muito comum misturarmos dois ou até três tons de sombras na pálpebra móvel. O problema é que esses tons precisam se misturar bem, caso contrário, haverá uma marcação mostrando onde começa uma cor e onde termina a outra. Uma boa dica é saber que as cores mais escuras vão sempre para o canto externo nos olhos. Por isso, comece com um tom mais claro no canto interno, podendo até preencher toda a pálpebra, mas depois coloque o tom médio no cento e o mais escuro no outro canto. Feito isso, esfume com um pincel de maneira que elas fiquem bem uniformes. A ideia não é obter uma cor só, mas apenas remover as possíveis marcações. E você pode usar o tom mais escuro para contornar a linha d´água da pálpebra inferior. Assim dá para realçar a beleza dos olhos sem ficar over.

 

10. Caprichar demais no efeito glossy

Sabe aquela boca mais laqueada, cheia de brilho? Uma das formas de chegar a esse efeito é com o gloss. Mas o problema é que se você exagerar na dose, vira uma meleca e em vez de valorizar o visual, coloca tudo a perder. Por isso, vá com calma e reaplique o produto assim que sentir necessidade.

 

Conta pra gente se você cometia algum dos erros acima!