Imagine a cena: você compra uma sombra incrível, faz aquela mega produção, mas nota que o visual não ficou tão bom quanto esperava. Isso pode acontecer porque cada formato de olho requer uma atenção especial, contribuindo ou não para realçar o olhar. Prova disso é que você já deve ter visto alguma celebridade super bem arrumada e com o make dos olhos incríveis em algumas fotos, enquanto em outras parece ter ficado com o olhar caído, aberto ou muito puxado.

E para você acertar em cheio no make dos olhos, que vamos combinar faz toda diferença quando estamos nos arrumando, preparamos algumas dicas simples, baseadas no que dizem os experts de beleza, de como maquiar cada tipo de olho. É só saber qual é o seu e se jogar!

 

Olhos amendoados

Principais características Pode-se dizer que esse é o olho “curinga”, pois fica muito bem com qualquer cor de sombra. Eles são arredondados, nem muito grande e nem muito pequenos, sendo que os cantinhos, tanto externo quanto interno são um pouco alongados. Isso faz com que se tenha uma harmonia no olhar, não precisando fazer o bom e velho truque de reduzi-lo ou aumenta-lo usando a sombra.

Para valorizar o olhar Você pode usar uma única cor de sombra na pálpebra móvel e usar um tom clarinho no côncavo ou escolher de dois a três tons semelhantes do pigmento, criando um efeito degradê, a cor mais escura vai sempre no canto externo dos olhos, mas sem deixar marcado onde começa uma sombra e termina a outra. Como o formato do olho já é harmonioso, vale ressalta-lo usando um lápis escuro contornando toda a linha d´água, tanto inferior quanto superior. E se quiser finalizar com um delineado, o tradicional gatinho arremata o visual com classe!

 

Olhos arredondados

Principais características Esse tipo de olho é bem mais circular que o amendoado, não tenho muito bem definidos os cantinhos. Justamente por isso, o ideal é optar sempre por uma única cor de sombra, podendo ser mais cintilante ou de efeito matte.

Para valorizar o olhar “Arraste” a mesma sombra usada na pálpebra móvel para os cantinhos dos olhos, deslizando o pincel do canto externo até o fim da linha dos olhos na pálpebra inferior, como se estivesse fazendo o contorno com lápis. A diferença é que ao arrastar a mesma cor da sombra até a parte debaixo você refaz o contorno, dando a impressão que os olhos são menos arredondados. Vale também colocar um pontinho de luz com sombra pérola no cantinho interno dos olhos, dando a impressão de amplitude. Para arrematar, passe boas camadas de máscara de cílios.

 

Olhos puxados

Principais características Típico das orientais, maquiar esse formato de olho não é tarefa muito simples justamente porque em alguns casos a pálpebra móvel se une ao côncavo, sem aquela pele que faz a “dobrinha”. É a chamada “pálpebra única”, que acontece porque os olhos são bem mais puxados do que nas ocidentais.

Para valorizar o olhar O truque dos experts é criar um efeito visual que faça parecer que os olhos são menos repuxados. Para isso é usada mais de uma cor de sombra em toda a pálpebra móvel e sempre seguindo o formato original dos olhos em vez de tentar criar outro formato, o que pode ser um desastre. Ajuda muito começar a maquiagem com um traço delineado gatinho, mas que não ultrapasse o canto externo dos olhos, senão vai ficar ainda mais puxado, servindo assim de base para a sombra que será aplicada na sequência. O ideal é usar sombras não muito claras, sendo que a sua base deve ser feita logo acima do delineado, indo clareando gradativamente. Tudo sem marcações e com cores da mesma paleta. Usar o curvador de cílios antes de aplicar a máscara também ajudará a criar um efeito de olhos mais arredondados e abertos.

 

Olhos caídos

Principais características Esse tipo de olhar é o famoso “olhar triste”, que acontece porque a pálpebra móvel é mais caída, deixando tanto o canto interno quanto externo dos olhos puxadinhos para baixo.

Para valorizar o olhar É preciso “levantar” a pálpebra móvel, disfarçando os cantinhos caídos dos olhos, o que é possível com o uso de sombras com cores mais abertas, aplicando também no cantinho dos olhos e puxando levemente para cima, como se estivesse fazendo o traço gatinho. Finalize com curvador de cílios e uma camada de máscara.

 

Olhos separados

Principais características A distância entre os olhos é notavelmente maior, e dependendo das cores de sombra escolhidas e da forma como elas são aplicadas, esse distanciamento pode ficar ainda mais evidente.

Para valorizar o olhar A maquiagem tem o poder de criar a ilusão de que algum ponto do rosto é maior ou menor e a infinidade de tipos de contornos faciais está aí pra provar essa verdade. Assim, é possível fazer com que os olhos pareçam mais próximos. O truque é usar uma sombra escura no canto interno dos olhos, esfumando-a. Aqui vale a boa e velha regrinha que tudo o que é claro traz amplitude, enquanto as cores escuras funcionam da forma contrária. E se quiser melhorar ainda mais essa ilusão de ótica, use o mesmo truque no côncavo, esfumando do início do canto interno dele até o centro dos olhos. Tudo com muita delicadeza para não deixar nada marcado, ok?

 

Olhos muito próximos

Principais características O distanciamento entre um olho e outro é muito curto, o que faz com que os olhos fiquem mais unidos ao nariz.

Para valorizar o olhar Se no caso dos olhos separados a dica é caprichar no sombreamento com uma cor escura no canto interno dos olhos, aqui é justamente o contrário: aplique a sombra clara focando no canto externo dos olhos, assim eles parecerão mais afastados. Melhor ainda se fizer o esfumado definindo da metade para fora do côncavo, sem marca-lo. Finalize com um delineado gatinho, que sempre ajuda a alongar os olhos, fazendo com que a distância entre eles também se alongue, e aplique um tiquinho de iluminador apenas no canto interno dos olhos.

 

Olhos saltados

Principais características Mesmo quando os olhos estão fechados é possível observar o globo ocular abaixo das pálpebras. E quando estão abertos são mais proeminentes também.

Para valorizar o olhar Aposte no bom e velho jogo de luz e sombra, escurecendo com um lápis toda a linha d´água e o contorno interno dos olhos. Com isso você já faz parecer que são menores. E para dar profundidade invista no contorno dos cílios superiores e inferiores, marcando um pouco o ossinho do côncavo também. Outro truque é delinear a pálpebra móvel, de modo que o traço seja médio e ultrapasse a linha do canto externo.

 

Gostou das nossas dicas? Então aproveite para coloca-las em prática e ficar com o make ainda mais bonito!