Você já viveu a experiência de dar de cara com uma mulher que parece ter saído dos anos 80? Aquele cabelo datado, que não favorece o visual? Justamente por ser a moldura do rosto, o cabelo ganha força para garantir aquele visual arrasador ou fazer exatamente o contrário. Para não cair nas pegadinhas da beleza com os fios, fique atenta às nossas dicas:

 

Cor em dia, por favor!

Não há nada que te deixe mais com cara de desleixo do que a cor por fazer. Seja você loira, ruiva ou morena, dê atenção à manutenção da cor. Caso contrário, você pode investir nos melhores produtos que o resultado não será lá grandes coisas. Pense nisso também antes de encarar uma mudança de cor.

 

Spray fixador com moderação

Muito usados nos anos 90 os tão conhecidos laquês já não fazem papel de protagonistas nos penteados atuais. Por isso, se você ver o cabeleireiro lotando os fios com o produto é um sinal de que ele já está desatualizado! E nem é preciso dizer que seu penteado também vai ficar datado. O que está em alta são os penteados mais despojados, que usam pouquíssimos finalizadores (e grampos!) e deixam o visual o mais natural possível, como se você mesma tivesse feito em casa, em 10 minutinhos.

 

Cabelão só se for com um bom corte e cor em dia

Apesar de não estar tão em alta como há alguns anos, um cabelão bem cuidado é de cair o queixo. Yasmin Brunet está aí para provar isso. Agora, não basta deixar crescer. É preciso manter o corte e se certificar que o cabelo não é tão fino a ponto de ir ficando muito ralinho nas pontas, o que detona o visual. Também vale ficar de olho no movimento dos fios, caso contrário ele tende a ficar como um bloco pesado batendo nas costas. Regra geral, cortes com camadas sutis ajudam a dar leveza e um balanço essencial ao cabelão.

 

Tom certo para sua pele

Você pode até adorar uma mudança e não resistir em frente a uma caixinha de coloração, mas vá com calma. Isso porque nem sempre aquele tom desejo é feito para a sua pele, podendo apaga-la ou evidenciar demais pontos do rosto que você não ama tanto assim, como um nariz mais pontiagudo. Fuja de tons muito contrastantes ou de efeitos acinzentados, que acabam envelhecendo e pesando demais o visual.

 

Renove o corte de vez em quando

É tão bom quando a gente encontra um corte para chamar de nosso, não é mesmo? Mas não deixe que isso rotule a sua beleza, tipo “a fulana do corte Chanel” ou “aquela lá do cabelão”. Inove de vez em quando, até mesmo para sentir o que fica bem em você. Quem sabe você não encontra um novo visual para chamar de seu e ainda surpreende as pessoas ao seu redor. Inovar é sempre bom!

 

Gostou das nossas dicas?