Atire o primeiro potinho de máscara hidratante quem nunca notou os fios sem brilho, viço e com aquele baita frizz. Essas são as principais características de um cabelo com níveis de porosidade bem altos. Mas o que isso significa? Que a fibra capilar está com as cutículas abertas e, portanto, precisa de nutrientes para ficar novamente saudável. Aliás, você sabia que existem níveis de porosidade dos fios e que isso indica a capacidade que seu cabelo tem de absorver água e nutrientes?

E você deve estar se perguntando como faz para descobrir esses benditos níveis, né? A resposta é super simples: através de um teste bem eficiente e que precisa apenas de 1 copo com água em temperatura ambiente e 1 fio de cabelo limpo, arrancado na hora (ui!). Daí, basta colocar o fio no copo e deixar lá por 7 minutos. Passado esse tempo, veja se o fio flutuou, o que indica que seu cabelo precisa de HIDRATAÇÃO; ficou no meio do copo, o que indica a necessidade de NUTRIÇÃO; ou afundou, o que indica que seu caso é sério e a RECONSTRUÇÃO é que dará conta de deixa-lo saudável. Vamos entender melhor o assunto? Veja só:imagem1

Flutuou: Baixa porosidade

Nesse caso a cutícula do cabelo é bem fechadinha, o que por um lado é ótimo, já que os fios são super brilhosos. No entanto, o grande drama acontece quando você aplica aquele produto bapho e não vê resultado, afinal, ele simplesmente não consegue penetrar no fio para ter a ação esperada. Outro problema é que esse tipo de cabelo leva um tempão para secar, o que pode ser ruim, especialmente se você lavar a cabeça à noite e não quiser usar o secador.

 

O melhor para você é: Investir em tratamentos que combinem óleos leves e calor. Isso mesmo: altas temperaturas fixam os nutrientes nos fios (por isso a cauterização é feita com chapinha). Para isso, vale aproveitar o vapor do banho quente para fazer uma bela hidratação ou envolver os fios numa touca e aguardar alguns minutos. Outra dica super importante: os produtos mais pesados, como aqueles ricos em proteínas não são tão bacanas para você, já que elas não vão chegar onde realmente deveriam, afinal, seu cabelo não precisa delas, pois já está bem fechadinho.

 

No meio do copo: Porosidade bem equilibrada

Parabéns, esse é o sonho de consumo de toda mulher! Na prática, isso significa que o seu cabelo tem as cutículas levemente abertas, o que permite a penetração de cremes hidratantes, umidade e proteínas, sendo que os fios também têm brilho e respondem bem a tudo o que você faz.

 

O melhor para você é: Manter os cabelos nutridos com a sua rotina de cuidados, fazendo hidratações ou nutrições uma vez por semana apenas.

 

Afundou até o fim do copo: Alta porosidade

Notícia nada boa, já que isso significa que as cutículas do seu cabelo estão mega abertas, o que faz com que ele retenha muita umidade e não “segure” os nutrientes de máscaras de hidratação dentro do fio. As principais características desse tipo de cabelo são: frizz, falta de brilho e viço, e facilidade de embaraçar. É muito comum em quem faz colorações ou tem os fios muito fininhos.

 

O melhor para você é: Investir pesado em reconstruções poderosas, à base de proteínas, como a queratina, que é como se fosse um cimento dentro da fibra capilar. É ela que dá a estrutura ao cabelo e faz com que ele fique forte. Vale optar por condicionadores, leave-ins e máscaras com esse ativo. No entanto, no início você pode usar todos eles na sequência, mas à medida em que for tendo resultado, opte por repor outra função, caso contrário o excesso de proteína deixa o cabelo duro. Aliás, por falar em cabelo duro, aqui vai uma dica: você já fez cauterização em casa e ao aplicar a proteína seus fios ficaram super rígidos? Se respondeu sim é sinal de que essa não era a necessidade do seu cabelo!

 

E aí, esse post foi útil para você? Então faça o teste e conte pra nós o resultado!