Eles destacam o olhar e dão um toque de glamour à produção. Na maioria das vezes parecem tão naturais que nem dá pra reparar, mas pode apostar que são usados e abusados em desfiles, capas de revista e também no tapete vermelho.

Os cílios postiços se tornaram peça-chave na produção de muita gente, como é o caso da atriz Giovanna Antonelli. Ela já declarou, de forma bem-humorada, que até podem tirar seu dinheiro, mas não tirem os cílios postiços! Brincadeiras à parte, o fato é que o acessório pode fazer a diferença na maquiagem sem parecer artificial, desde que escolhido e aplicado da forma correta. Chegou a hora de aprender tudo sobre essa maravilha!

 

De onde surgiu?

Diz a história da moda que os primeiros cílios postiços nasceram em 1911, quando Anna Taylor patenteou nos Estados Unidos um tecido com fios minúsculos nas pontas, que era fixado com fita adesiva sobre a pálpebra móvel. Daí em diante, muitas evoluções aconteceram até chegar na versão que temos hoje.

 

Os diversos tipos

Assim como as máscaras para cílios garantem diferentes efeitos, existem cílios postiços para quem quer ganhar volume, curvatura ou fios mais longos. Você pode escolher de acordo com sua necessidade ou desejo para a ocasião.

Os volumosos turbinam o olhar com uma quantidade extra de fiozinhos para conseguir os famosos “olhos de boneca”. Ideal para quem não tem muitos cílios ou quer causar impacto em uma produção para a noite. Já os longos têm os fios mais espaçados e intercalam os longos e mais curtinhos. Uma boa aposta para quem tem olhos pequenos. O tipo cantoneira é cortado pela metade, para realçar apenas os cantos dos olhos. Ele geralmente é usado por quem já tem uma quantidade legal de cílios e quer destacar um pouco mais. Os tufos, por sua vez, são mais discretos e podem ser colocados de acordo com o efeito desejado, em todo o olho ou apenas no canto externo. São indicados para quem já possui olhos grandes e quer realçar os fios, sem abrir mais o olhar. Os do tipo anatômico são aqueles que começam curtinhos e ficam maiores do meio para os cantos externos, conhecidos por causar um efeito de olhos amendoados. Por fim, existem ainda os cílios inferiores, para quem quer destacar também a pálpebra de baixo. Ele não é tão comum, e é mais usado em festas à fantasia.

 

Fios sintéticos ou naturais?

É possível encontrar as duas versões, mas claro que os sintéticos são mais baratos e fáceis de encontrar. Já os naturais feitos de cabelo humano como as perucas, e são quase como uma extensão dos seus cílios.

 

De olho nas hastes

Existem diferentes tipos de haste, aquele fio que segura os tufinhos e é colado na pálpebra. Esse detalhe passa despercebido, então não se esqueça: as hastes de plástico são mais rígidas e menos naturais, as de nylon sustentam os fios de forma mais natural por serem um pouco menos rígidas, e as de linha são as mais imperceptíveis, mas exigem um pouco mais de habilidade na hora da aplicação.

 

E a cola?

São 2 os tipos de cola usados para fixar cílios postiços aos naturais: transparentes, que somem ao secar; e as pretas, que em excesso podem deixar resíduos, mas que podem ser disfarçados com um lápis preto ou delineador. Vale dizer que existem também os cílios postiços autocolantes, com películas adesivas para fixar nos olhos.

 

A hora da aplicação

Bem, agora que você já sabe os detalhes “técnicos” do produto, é hora de ir para a prática. Esse passo a passo vai te ajudar:

  1. Coloque os cílios postiços sobre os seus e marque, segurando com os dedos onde é o fim da sua pálpebra.
  2. Corte o excesso do comprimento dos cílios postiços, de forma que ele fique do mesmo tamanho do natural.
  3. Coloque um pingo de cola no dorso da mão e, segurando os cílios postiços com uma pinça, deslize toda a haste sobre a cola com delicadeza.
  4. Espere 30 segundos para a cola ficar mais densa e aplique bem rente à raiz dos seus cílios, começando pelo centro.
  5. Ajeite os cílios se for preciso e vá pressionando de leve no centro e cantos interno e externo.
  6. Ao ter certeza que eles estão bem grudados, você pode utilizar um curvex e depois uma máscara de cílios para mesclar melhor os fios naturais e postiços.

 

Cuidado ao remover!

Pensou que para retirá-los era só dar um puxão? Nada disso! Assim você pode arrancar vários fios naturais e ficar com a pálpebra dolorida. Primeiro retire toda a máscara com um bom demaquilante, e depois utilize água morna para amolecer a cola e remover os cílios postiços.

 

PRATELEIRA

produtos1

1- Cílios Accent first Kiss New York

2- Cílios Longos suve Belliz

3- Eyelashes Natural 04 YouCare

4- Cílios Individuais sem nó first Kiss New York

 

produtos3

1- Pinças Ricca Trendy

2- Pinça com ponta dourada Enox

3- Curvador de cílios Soft Enox

 

E aí, gostou de saber mais sobre os cílios postiços? Deixe aqui seu comentário e aproveite para compartilhar o post com as amigas!