Hoje é comemorado o Dia Nacional da Consciência Negra, uma data dedicada à reflexão sobre a inserção dos negros na sociedade brasileira. A primeira iniciativa em relação à representação desta data aconteceu em 1971, quando um grupo de ativistas do Rio Grande do Sul escolheu o dia 20 de novembro para homenagear o Zumbi dos Palmares, líder de um dos maiores movimentos de resistência à escravidão no Brasil.

Foi um pouco antes disso, na década de 60, que começou a ganhar popularidade por aqui ideais e estilos provenientes do Black Power, um movimento criado por negros americanos que tinha como objetivo lutar pela igualdade racial naquele país. O famoso penteado, batizado com o mesmo nome, representou muito mais do que um estilo de cabelo, e se tornou um símbolo de liberdade e afirmação utilizado principalmente pelas mulheres, que desde os tempos de escravidão eram condicionadas a alisar o cabelo para seguir padrões de estética da cultura européia.

Com o tempo, o estilo ganhou o status de cool e passou a ser utilizado inclusive por diversas celebridades, passando uma imagem descolada e libertária. Depois, o black power deixou de ser evidência por um tempo, em que pipocaram nos salões beleza os alisamentos e relaxamentos. Agora, com o retorno da valorização da beleza natural, o estilo volta com toda força e tem sido usado não só pelas negras, mas por qualquer uma com cabelos crespos e atitude para adotar o penteado.

Se você ficou interessada em aderir ao estilo black power, saiba que é possível, desde que siga alguns passos e invista em cuidados que todo cabelo à la Solange Knowles deve ter!

 

O tipo de cacho ideal

O ideal é que seu cacho seja bem enroladinho mesmo, aquele que quando esticado mais que dobra de tamanho. Esse não é o seu caso? Sem problemas, você também pode aderir ao black power. A diferença é que ele não terá tanto volume e dará um pouquinho mais de trabalho na finalização. Mas não se preocupe, não é nenhum um bicho de sete cabeças e você pode adaptar o estilo para o seu tipo de cabelo.

 

Dia a dia

Para manter seu cabelo no estilo afro sempre bem tratado, você vai precisar seguir uma rotina específica de cuidados de lavagem e hidratação.

Escolha shampoos e condicionadores específicos para cabelos crespos e lave-os com água morna. Após a lavagem, aplique um leave-in ou creme de pentear sem enxague e, com a ajuda de um garfo (aquele pente largo com dentes verticais que lembra um garfo de cozinha), penteie os fios de baixo para cima, no sentido de crescimento do cabelo. Ele é o responsável por “abrir” o cacho, deixando com bastante volume. Se quiser um resultado ainda mais volumoso, use um difusor com o jato de ar apontado para cima enquanto penteia. Nesse caso, não se esqueça de passar um leave-in termoativado antes. Finalize com um spray fixador.

A hidratação é fundamental para quem tem cabelo afro, já que o formato cacheado torna mais difícil a chegada da oleosidade natural produzida no couro cabeludo às pontas. Por isso, não deixe de fazer hidratações semanais, mesmo que em casa, ao menos uma vez por semana.

 

O corte certo

Peça ajuda ao seu cabeleireiro para definir um bom corte que harmonize com o formato do seu rosto e estilo. Melhor ainda se puder procurar por salões especializados em cabelo afro, eles saberão analisar a textura do seu fio para sugerir um corte que vai “casar” com o black.

 

E aí, se animou para aderir ao estilo black power? Conta pra gente!