Você comprou aquele babyliss incrível que os cabeleireiros famosos usam e mesmo assim não consegue o visual de capa de revista? Ou investiu nos melhores produtinhos finalizadores, mas o resultado nunca sai como o esperado? O erro pode estar tanto na forma como você manuseia o aparelho ou como no passo em que acrescenta o finalizador. Quer saber mais? Vem que a gente te conta tudo. Chega de passar apuros na hora de se preparar para aquela ocasião especial!

 

Posicionar o aparelho de forma errada

Quando vemos os profissionais modelando cachos com o babyliss, tudo parece tão simples que não nos damos conta da técnica que existe por trás de tudo isso. Então, anote aí: quanto mais na horizontal você posicionar o aparelho, mais naturais vão ficar os cachos. Ao colocar os fios com o aparelho na vertical, a tendência é fazer cachos fechados e marcados. A quantidade e o espaçamento das mechas também interferem bastante: quanto mais próximas, mais os cachos ficam como cabelo de criança; e quanto mais espaçadas (com 2 dedos de espaço, por exemplo), mais eles tendem a ficar naturais. Se colocar muito cabelo, você consegue uma onda uniforme e larga, mas se colocar apenas um pouco os cachos também vão ficar mais volumosos e com várias mechinhas marcadas.

 

Esquecer a mecha no aparelho

Não se trata de um esquecimento de minutos, não! Alguns segundos a mais são suficientes para torrar seu cabelo! Por isso, o que os experts recomendam é deixar a mecha por apenas 5 segundos no aparelho. Isso porque não é o tempo em que os fios ficam em contato com o calor que fará com que os cachos se formem, mas sim a temperatura e tecnologia do equipamento. Fique atenta!

 

Achar que apenas o babyliss largo é o ideal

Esse tipo de aparelho costuma dar ótimos resultados para quem deseja criar ondas à la Gisele Bündchen. Só que para isso o cabelo deve ter um comprimento de médio a longo, assim como o da uber model! Se os fios forem curtos o cabelo não vai dar nem três voltas sobre o corpo do modelador e, com isso, você terá apenas um ondulado leve. Se o seu cabelo vai até os ombros e você quer ondas, opte por um babyliss um pouco mais estreito e coloque as mechas espaçadas sobre ele. Depois, solte-as delicadamente com as mãos para desfazer o cacho e formar a onda. A melhor parte disso tudo é que quando você quiser um cacho mais marcado, seja para compor um penteado ou usar os fios soltos, o equipamento também dará conta do recado.

 

Aplicar o fixador após a finalização dos cachos

Esse passo pode colocar tudo a perder, dependendo da textura do seu fixador. Se ele for um spray poderoso, não será possível ter maleabilidade nos cachos, o que torna difícil passar os dedos entre eles depois. Se for um mais líquido, pode desmanchar o cacho já formado, interferindo na durabilidade do seu visual. Por isso, o melhor momento para aplicar o spray fixador é antes de colocar os fios no aparelho térmico – existem no mercado diversas opções com proteção térmica para não danificar o cabelo. Outra dica é ir com calma, afinal, não é lotando o cabelo de spray que você irá conseguir uma duração prolongada, ok? O que você precisa é investir em um bom produto e caprichar na modelagem dos fios.

 

Não retirar o excesso de produtos dos fios

Mais do que interferir na textura e modelagem dos cachos, o excesso de resíduos de máscaras, condicionadores e leave-ins pode fazer com que o cabelo se quebre ou queime quando estiver em contato com a alta temperatura do aparelho. O mesmo vale para fios úmidos. Por isso, certifique-se de secar bem o cabelo antes de usar o equipamento.

 

O que achou das nossas dicas? Deixe abaixo o seu comentário. Vamos adorar saber a sua opinião!