Basta ficar alguns dias sem retirar o excesso de pelos das sobrancelhas para ver a diferença que elas fazem no visual. Algumas pessoas conseguem até passar a impressão de ter feito algum tipo de procedimento estético rejuvenescedor quando voltam do design de sobrancelhas.

O efeito transformador do formato das sobrancelhas influencia diretamente na expressão do nosso rosto, por isso acabamos nos importando tanto com a aparência delas. Além disso, você sabia que os fiozinhos vão se modificando com o passar dos tempos, o que requer uma atenção especial à cada necessidade? Veja aqui as características das sobrancelhas de acordo com a idade!

 

Meus vinte e poucos anos…

Ah, fase boa! Isso porque com essa idade boa parte das mulheres têm uma quantidade razoável de fiozinhos. Então, a única preocupação deve ser em reforçar a beleza natural, evitando afinar o formato das sobrancelhas. O ideal é retirar apenas os excessos com a pinça, penteando-as na sequência.

 

30 anos: algumas falhas são comuns

Se as falhinhas são o que mais a incomodam, você pode dar um jeitinho nelas ao usar sombra opaca marrom e pentear com uma máscara para cílios transparente, ou até mesmo recorrer à micropigmentação 3D, que tem efeito mais natural por ser feita fio a fio. Na dúvida da cor para pigmentar os fiozinhos, vale a regrinha dos experts de ter até dois tons acima do seu natural.

 

40 anos: perda de colágeno deixa a sobrancelha mais caidinha

Nessa fase a pele já tem sinais mais visíveis de perda de colágeno e elastina, o que deixa rugas e linhas de expressão mais à mostra. A sobrancelha também acaba sofrendo com a queda da pele, passando uma aparência de olhar caído. Uma boa dica para quem está vivendo essa fase é recorrer ao lápis específico para a região e redesenhar sutilmente o desenho da sobrancelha, deixando-a o mais natural possível. Recorrer às técnicas de preenchimento também é muito bom, já que elas dão aquele up no olhar.

 

Conta pra gente quais são os seus segredinhos de beleza com as sobrancelhas!