Justamente porque a preparação da pele é o passo mais importante da maquiagem, afinal, nada adianta fazer uma boca linda ou um olhão esfumado se a pele estiver por fazer e, por isso, existem diversos acessórios específicos para a aplicação da base. O problema é que às vezes nos perdemos entre eles e optamos por aquele pincel ou esponja que não são tão bacanas para a nossa necessidade. Ou pior: compramos uma ferramenta incrível, mas simplesmente deslizamos na hora de deixar a base bem natural no rosto.

Pensando nisso, preparamos um mini guia para ajudá-la a conquistar uma pele incrível, digna de capa de revista. Entenda abaixo as funções de cada acessório e veja dicas de como usá-los:

 

PINCEIS

 

Língua de gato

Características
Tem as cerdas bem alinhadas e firmes, justamente por isso não é o mais recomendado para a finalização da aplicação com base, mas sim para depositar o produto sobre a pele. No entanto, existem pessoas que já estão super habituadas a usá-lo e conseguem um acabamento bacana apenas com este pincel. Essa ferramenta também pode ser usada para aplicar bases mais densas, pois as cerdas são bem firmes.

Como usar
Depois de colocar um pouco da base no dorso das mãos ou espalhada em pontinhos pelo rosto, comece a espalha-la sempre de dentro para fora no rosto, ou seja, do nariz para as extremidades. A grande dica é aplicar pouco produto e ir aos poucos, com delicadeza, espalhando-o sobre a pele até que a cobertura fique uniforme. Se achar que o resultado ainda não ficou muito natural (o pincel pode deixar marquinha das cerdas devido eles serem mais rígidas) finalize com um pincel de cerdas mais maleáveis.

 

Reto

Características
Geralmente tem as cerdas mais curtas e firmes que o língua de gato, sendo que o diferencial é que elas são cortadas simetricamente retas. O ponto forte desse acessório é que ele conta com cerdas bem unidas, não deixando nenhum espacinho sem cobertura. Além disso, não absorve tanta base como os outros.

Como usar
O pincel reto é bastante usado para depositar a base em pontos específicos do rosto. O grande truque é não “pesar” a mão, fazendo movimentos leves e circulares, até que todo produto seja absorvido pela pele.

 

Duo Fiber

Características
É aquele pincel que conta com dois tipos de fibras: as naturais (geralmente com a cor mais clara) e as sintéticas (geralmente são as pretas). Ao unir esses dois tipos de cerdas, sendo que uma é mais alta que a outra, é possível espalhar a base com perfeição. Isso porque enquanto a sintética é mais durinha e deposita bem o produto, a natural é super macia e dá aquele acabamento mais leve. Se tiver que escolher apenas um pincel em sua nécessaire, este é o ideal.

Como usar
Sempre no centro do rosto em direção às laterais, fazendo movimentos circulares até completa aplicação do produto.

 

Kabuki reto

Características
O pincel tem a ponta reta, é bem denso e possui uma quantidade maior de cerdas, proporcionando maior precisão e cobertura para a pele. Caso as cerdas sejam uma mistura de fibras naturais e sintéticas, o acabamento fica super natural com produto líquido. É uma ótima opção para aplicar bases líquidas ou cremosas.

Como usar
Deposite pequenas quantidades pelo rosto, pegue o pincel e espalhe rapidamente a base em cada região. O segredo é finalizar com leves batidinhas para o produto aderir bem na pele.

 

Oval

Características
Como o próprio nome diz, esse pincel é ovalado e seu diferencial é que as cerdas são super macias e muito cheias, por isso, é indicado para aplicar a base de maneira rápida, agindo como se estivesse “polindo” a pele. Além disso, o grande número de cerdas faz com que pouco produto não seja absorvido no pincel, o que é ótimo.

Como usar
O pincel já é bem robusto então tenha a mão leve e vá aplicando a base ao mesmo tempo em que dá o acabamento, sempre com movimentos circulares. E o plus deste pincel é que dá para conseguir contornos lindos no rosto, já que ele tem um formato que favorece a aplicação nas maçãs do rosto, têmporas e nas laterais.

 

ESPONJAS

 

Formato em gota

Características
Macia, essa esponja não tem o formato de uma gota à toa: enquanto a base dela, que é reta no centro e arredondada nas laterais ajuda a depositar o produto e cobrir grandes áreas do rosto, como bochechas e testa; a parte da ponta é ideal para cobrir os cantinhos, como no canto dos olhos ou nas laterais do nariz. Ela é ideal para acabamentos leves e possibilita ir aplicando mais produto sem que crie uma camada densa sobre a pele, o famoso efeito “massa corrida”.

Como usar
O grande truque é umedecer levemente a esponja antes do uso, assim a base vai misturar melhor e não ficará concentrada na esponja, facilitando o deslize sobre a pele. O ideal é que você dê leves batidinhas com a esponja por todo o rosto, inclusive ao usar a pontinha da esponja para cobrir os cantos internos dos olhos e as laterais do nariz.

 

Formato em triângulo

Características
Ela lembra o desenho de uma fatia de queijo e tem a pontinha bem fina, é macia e não absorve tanto a base.

Como usar
Justamente pela precisão, esse tipo de esponja é usado para reforçar os detalhes e cobrir os cantinhos, além de ser ótima aliada para limpar algum possível borrão de pó.

 

Fina e achatada

Características
Elas podem ser quadradas, redondas, retangulares, e são ótimas para retocar a base ao longo do dia, já que dá para envolvê-las nos dedos e usá-las como aplicadores mesmo.

Como usar
“Suje” a pontinha da escova com a base se quiser depositar o produto nos cantinhos, ou apoie seu dedo no centro da esponja e use-a como se estivesse passando o próprio dedo sobre o rosto. Se a ideia é cobrir o rosto todo, você pode usar a esponja aberta, dando leves batidinhas sobre a pele.

 

Agora que você já entendeu melhor as indicações e formas de uso dos pincéis e esponjas, coloque em prática as nossas dicas e prepare-se para arrasar no make!